A SBMN apoia a vacinação e entende a importância da imunização, inclusive para aqueles que se encontram em tratamento com iodo-131, lutécio-177 e rádio-233, para os quais não há restrição dos imunizantes já anunciados no Brasil.

Lembre-se: O início da vacinação não dispensa a necessidade de continuar as medidas de segurança propostas pelas autoridades sanitárias, como o uso de máscara, lavagem frequente das mãos, distanciamento social, evitar aglomerações e manter os ambientes arejados e ventilados. Vacine-se quando chegar a sua hora!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin