Pesquisa aponta que o câncer já é a primeira causa da morte em 10% dos municípios brasileiros

De acordo dados divulgados pelo Observatório de Oncologia, do movimento Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), o câncer já é a principal causa de morte em 516 dos 5.570 municípios brasileiros. Os dados foram apresentados na última segunda-feira (16) e mostram que em 23 estados os homens lideram o número absoluto de mortes.

Dos 516 municípios onde os tumores matam mais, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140). Já no Nordeste estão 9% (48); no Centro-Oeste 7% (34); por fim, o Norte fica com 4% (19). Com relação à idade, metade dos óbitos se concentra nas faixas de 60 a 69 anos (25%) e 70 a 79 anos (25%).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer é responsável por 8,2 milhões de mortes por ano em todo o mundo. Aproximadamente 14 milhões de novos casos são registrados anualmente e o órgão internacional calcula que esses números devem subir até 70% nas próximas duas décadas.

O aumento da mortalidade está relacionado com as dificuldades enfrentadas pelo paciente para o diagnóstico e para o acesso ao tratamento. Mais do que isso, o Brasil passa por uma fase de “transição epidemiológica”, com um aumento da expectativa de vida da população que também ajuda no crescimento de casos de câncer.

Com o desenvolvimento da tecnologia médica, melhorados acesso a melhores diagnósticos tem sido ampliado, sobretudo na rede particular e suplementar. Entretanto, ainda persiste a dificuldade de acesso no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o levantamento do TJCC e CFM, atualmente existem 296 estabelecimentos de assistência oncológica habilitados no SUS e 410 disponíveis à rede privada.

Embora todos os estados brasileiros tenham pelo menos um hospital público habilitado em oncologia, as regiões Sul e Sudeste concentram 69% (205) deles. Nestas duas regiões é possível encontrar 1.354 (66%) das salas de quimioterapias e 355 (72%) dos aparelhos de radioterapia. Já na saúde particular, para as mesmas regiões, é possível encontrar 308 (75%) hospitais que realizam tratamento oncológico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *