São Paulo, 19 de março de 2021

Carta 0006/2021

 

Carta Aberta as Autoridades pela Manutenção do Funcionamento dos Serviços de Medicina Nuclear frente as restrições impostas pela Pandemia

 

A SBMN – Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear vem por meio deste ofício manifestar sua preocupação e seu entendimento frente as questões oriundas do LOCKDOWN que está sendo realizado em algumas cidades do país como medida de enfrentamento à pandemia da COVID-19.

 

Esta especialidade compreende todas as ações dos órgãos municipais, estaduais e federais que visem combater o avanço da doença no país com dimensões continentais, e por ser uma sociedade médica, busca a preservação da vida acima de tudo, mas também visa estimular e fortalecer o exercício da Medicina Nuclear na manutenção ou recuperação da saúde dos pacientes que dela precisam, em especial aqueles com patologias cardiológicas, oncológicas e neurológicas, cujo impacto na saúde coletiva é enorme.

 

Recebemos a informação que alguns municípios decretaram LOCKDOWN em suas cidades como medidas para enfrentar a COVID-19 e desta forma vários serviços de medicina nuclear tiveram que fechar suas portas, deixando vários pacientes sem atendimentos, principalmente cardiológicos, oncológicos e neurológicos, cujos diagnósticos e tratamentos em tempo hábil poderia salvar suas vidas.

 

Desta forma, a SBMN compreende que os problemas que estas medidas restritivas poderão trazer a inúmeros pacientes serão irreversíveis, muitos não terão tempo para aguardar um diagnóstico ou mesmo o tratamento adequado e poderão até ter sua vida abreviada.

 

Diante de todo o exposto, a SBMN na defesa do exercício da especialidade e no melhor interesse do atendimento dos pacientes que precisam de suas metodologias, seja para diagnóstico ou tratamento, manifesta às autoridades responsáveis seu entendimento de que os serviços de medicina nuclear deverão permanecer abertos mesmo com as medidas impostas pelo LOCKDOWN.

 
  

Dr. George B. Coura Filho

Presidente SBMN

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin