tinoco_auditoria_AIEA
SBMN
SBMN
Um grupo de profissionais brasileiros, liderados pelo Dr. Claudio Tinoco, iniciaram no final do ano passado – na época, ainda em caráter de treinamento – atividades como sequência do projeto BRA2014005, que propôs a formação de auditores brasileiros, treinados e autorizados pela AIEA, capazes de executar a avaliação QUANUM em serviços de Medicina Nuclear brasileiros. “Propus esse projeto em 2013 com o objetivo de melhorar a comunicação com os serviços, sem o entrave da língua”, comemora Tinoco ao revelar que o grupo acaba de concluir a primeira atividade de 2020 na Bionuclear, serviço de Santa Catarina.
Durante as visitas dos auditores, são realizadas 263 perguntas (as conformidades) para identificar desde questões administrativas até se os processos internos garantem, por exemplo, discussão de casos por equipes multidisciplinares. “Desta forma, conseguimos olhar os serviços de A a Z e identificar o que é urgente e o que está de acordo”, comenta Tinoco.
Os resultados do projeto BRA2014005 não estão restritos ao Brasil. Isso porque um dos auditores formados por aqui já foi convidado para atividades no Chile. Tinoco explica que os resultados desse projeto só foram possíveis, pois dois cursos e duas auditorias de treinamento foram concluídas com especialistas internacionais no ano passado.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
SBMN © Copyright 2019. Todos os Direitos Reservados.