O Conselho Federal de Medicina (CFM) apresentou, nesta terça-feira (23), o novo Código de Ética Médica, que entra em vigor a partir de 30 de abril. O novo código é uma versão atualizada de um conjunto de princípios que estabelece os limites, compromissos e direitos assumidos pelos médicos no exercício da profissão.

Alguns dos pontos previstos são o respeito à autonomia do paciente, o sigilo na relação entre médico e paciente, o direito do médico exercer a profissão de acordo com sua consciência – e, também, a possibilidade de recusa de atender em locais com condições precárias, que expõem pacientes e profissionais a riscos. Saiba mais sobre a Resolução nº 2.226/2019.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin