Presidente do CNEN e superintendente do IPEN participam de reunião na SBMN a fim de discutir medidas para otimizar a atuação da medicina nuclear no país

29 jun 2018

Na sexta-feira (22), o presidente da SBMN, Juliano Cerci, e a primeira tesoureira, Marília Marone, receberam na sede da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear, o presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), Paulo Roberto Pertuci; o Diretor da Diretoria Pesquisa e Desenvolvimento da Comissão, José Carlos Bressiani; o superintendente do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), Wilson Calvo e o Diretor de Produtos e Serviços do IPEN, Jair Mengatti. Na ocasião foram discutidos os desafios para a medicina nuclear no Brasil, estratégias para evitar o desabastecimento de insumos, além de ações para melhorar o exercício da especialidade.

Os órgãos se comprometeram a atuarem conjuntamente na busca de soluções para evitar crises como as registradas em maio, quando ocorreu a falta do MDP, fármaco essencial para realização de exames importantes, por exemplo, a cintilografia óssea.

“A reunião foi boa e bem produtiva. Tivemos uma conversa franca sobre as questões do IPEN. Discutimos as propostas para adequação do Instituto, de modo que não haja nova paralisação da produção dos materiais essenciais para o trabalho dos especialistas e exames dos pacientes”, explica o presidente Juliano Cerci.