Noticias

LATAM adia o anúncio da política de preços do material de medicina nuclear

LATAM adia o anúncio da política de preços do material de medicina nuclear

 

Foi adiado para 1º de novembro o anúncio da decisão da LATAM de aumentar em até 300% os preços das tarifas de transportes de material radioativo usado pela medicina nuclear para o tratamento do câncer.

Nas últimas semanas, a SBMN se articulou reunindo-se diversas vezes com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e também com o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), resultando no posicionamento da LATAM em adiar o aumento. A Sociedade seguirá acompanhando os desdobramentos durante a semana.

Atualmente,  a LATAM é a única credenciada para fazer esse tipo de atividade. A partir daí, ela comunicou às empresas transportadoras desses produtos que passaria a cobrar a Tarifa “Próximo Voo” (despachada em até 3 horas), ao invés da tarifa “Convencional” (até 3 dias). Anualmente, são mais de 90 mil despachos para todo Brasil. A decisão pode acarretar em um prejuízo para milhares de pacientes no país.