FAQ – Prova de Título de Especialista

  1. Quando a Prova de Título de Especialista ocorre?

A Prova para obter o título de especialista ocorre entre abril e maio.

  1. Quando a data da prova é definida?

Ela é definida, em geral, a partir de setembro do ano anterior. Existe um calendário pré-prova, organizado pela comissão científica da SBMN. Inicialmente ocorre a elaboração do Edital, já com data definida, avaliação do jurídico e posterior submissão à Associação Médica Brasileira (AMB). O período para apreciação e aprovação pela AMB é de 120 dias. Após a aprovação, o Edital é divulgado no site da SBMN.

  1. Quando o edital estará no site?

O Edital normalmente é divulgado no site da SBMN em dezembro ou janeiro.

  1. Onde obter as informações seguras e atualizadas sobre a Prova de Título de Especialista?

Acesse o Edital da Prova no Tópico Título de Especialista. Você encontrará a bibliografia recomendada para a prova.

No Edital, há informações sobre o período de inscrições, documentos necessários, período da prova, tipos de provas, critérios de aprovação e entre outros.

  1. Quantas etapas têm a Prova de Título de Especialista? Ocorre no mesmo período?

A prova é composta por três etapas: Prova Teórica de Clínica e Física (testes); Prova Teórica de Qualificação em Proteção Radiológica (CNEN) e Prova Teórico-Prática de Clínica e Física (slides e dissertativa).

As etapas ocorrem no mesmo período, em geral, em dois dias consecutivos.

  1. As provas são eliminatórias? Poderei prestar todas as etapas?

Sim, todas as etapas são eliminatórias. No entanto, como são consecutivas, o candidato realizará todas as etapas. A eliminação ocorrerá na correção. Caso o candidato seja eliminado, as provas das etapas subsequentes não serão corrigidas.

  1. Caso eu seja reprovado somente em uma etapa, poderei prestar somente essa no próximo ano?

Não. As três etapas da prova são um único conjunto de provas prestadas no mesmo ano. A reprovação em uma delas representa a eliminação em todas as fases. Para obtenção do Título de Especialista, é necessário que seja aprovado nas três etapas no mesmo ano.

  1. Como é a Prova Teórica Prática de Clínica e Física da 1° etapa? Como ocorre o cálculo da média da nota e aprovação?

Composta por testes de múltipla escolha, a prova conta com 130 questões, com cinco alternativas, e duração de 4 horas e 30 minutos.

Composta por 100 questões de clínicas e 30 questões de física, as notas são computadas e contam com valor máximo de 10,00 para cada uma. Para a parte clínica, cada teste vale 0,10 (10,00/100) e para a parte de física, vale 0,333… (10,00/30), dividindo-se a nota pelo número de questões.

Após a análise das provas, é realizada a média entre as duas notas. Para a aprovação é necessário que o participante tenha a média aritmética de 6 de um total máximo de 10. Entretanto, é necessário obter uma nota mínima de 5 em cada etapa, ou seja, acertar no mínimo 50 testes de clínica e 15 testes de física. Exemplos:

  • Nota de clínica: 9,80 e nota de física: 4,67. Média: 7,24. ELIMINADO
  • Nota de clínica: 5,90 e nota de física: 6,00. Média: 5,95. REPROVADO
  • Nota de clínica: 7,00 e nota de física: 5,00. Média: 6,00. APROVADO

 

  1. Como é a Prova Teórica de Qualificação em Proteção Radiológica da NEN da 2° etapa? Qual o critério de aprovação?

Composta por 25 questões, sendo 20 questões testes de múltipla escolha e 5 dissertativas, o conteúdo é de responsabilidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). A prova tem a duração de 3 horas e 30 minutos e o candidato deve tirar 6 de média para aprovação.

O conteúdo didático encontra-se no tópico de Título de Especialista.

  1. Como é a Prova Teórico-Prática de Clínica e Física da 3° etapa? Como é feito a aprovação.

A prova é composta por duas partes:

  • Prova de slides: conta com 16 imagens, sendo 13 de clínica e 3 de física. Tem duração de 1 hora e 30 minutos.
  • Prova dissertativa: serão apresentados três temas que poderão ser acompanhados de imagens, informações clínicas e/ou de exames complementares. O candidato deverá escolher dois dele.

A nota de cada parte tem valor máximo de 10. Sendo assim, cada slide vale 0,625 pontos. As duas dissertações valem dez (10) pontos (5 para cada uma). O peso das duas partes é igual. Para aprovação, o candidato deverá obter média mínima de seis (6).

  1. O que devo responder na Prova de Slides?

Essa etapa visa avaliar a habilidade do candidato em descrever e interpretar a imagem. Serão apresentados exames onde o candidato deverá identificar:

  • O tipo de estudo;
  • O(s) radiofármaco(s) ou radioisótopo(s) utilizado(s);
  • Descrever sucintamente os achados cintilográficos observados;
  • Propor hipóteses diagnósticas para cada imagem, até duas, do mais provável para o menos provável.

No material de física, serão apresentadas imagens de controle de qualidade. O candidato deve identificar:

  • O tipo de teste de qualidade realizado;
  • O problema apresentado;
  • Propor possíveis soluções para resolução.

 

  1. O que devo responder na prova dissertativa?

Será avaliado o conhecimento amplo do candidato sobre o tema proposto. A questão poderá ou não conter tópicos específicos para direcionar as respostas. Quando não, o candidato deverá discutir amplamente o tema apresentado, incluindo considerações de ordem clínica e técnica, contextualizando o tema com informações da epidemiologia e da patologia quando pertinentes.

  1. O que devo levar para os dias das provas?

O candidato deve levar lápis, caneta preta e azul, borracha e calculadora. Indicamos que leve alimentos leves e garrafas d’água.