Noticias

Diretoria e fornecedores de radiofármacos visitam Aramar e discutem fornecimento

Diretoria e fornecedores de radiofármacos visitam Aramar e discutem fornecimento

Esta semana, um grupo de médicos nucleares, da Diretoria da Sociedade e da iniciativa privada esteve em Iperó, interior de São Paulo, a convite da SBMN, para participar do Workshop “A Ampliação do setor de Radiofármacos no Brasil”. Esta foi mais uma oportunidade de conhecer detalhes sobre o Programa Nuclear Brasileiro, as atividades desenvolvidas em Aramar e de todos conhecerem o local aonde será construído o Reator Multipropósito Brasileiro (RMB).

O grupo foi recepcionado pelo Vice-Almirante Noriaki Wada que apresentou as atividades realizadas em Aramar ao grupo e exaltou o que está sendo desenvolvido no País. “Brasil tem excelência em tecnologias nucleares”, disse.

O presidente da SBMN, Juliano Cerci, aproveitou a oportunidade para discutir os entraves que ainda rodeiam a produção de radiofármacos no Brasil. “Ainda sofremos em três gargalos: Acesso, Regulação e Reembolso”, listou. “Ações desordenadas dentro do próprio governo, como a falta de reajuste da Tabela SUS, impactam diretamente o funcionamento da Medicina Nuclear Brasileira”, provocou ao dizer que nossos vizinhos já estão bem mais avançados.

Estiveram presentes a Aamazul, IPEN, CNEN, Unicamp e das empresas R2, GE, Nucleorad, Mcurie, Rosatom e MMconex. Ao final do encontro, o grupo posou para fotos próximo à Pedra Fundamental do RMB.